Dicas e cuidados sobre a utilização de uma pistola de pulverização

Quando fazemos trabalhos com pistola de pulverização, é preciso escolher o equipamento, adequado. Os princípios básicos de uma boa técnica de aplicação são relativamente simples e resultam em aumento de produção, maior economia do produto, com um excelente acabamento final. São eles: cada passada de pistola deve sobrepor 50% a faixa de camada, anteriormente aplicada; a posição correta de manejo da pistola é mantê-la a uma distância de 15 a 25 cm entre o bico da pistola e a superfície a ser coberta; o movimento da pistola deve ser perpendicular a superfície; aplicar um filme uniforme e contínuo, evitando escorrimento e formação de rugas, principalmente quando se tratar de superfícies verticais; utilizar equipamentos de segurança, como máscara. E manter sempre em ordem todo equipamento em uso na seção de pintura. A área de pintura deve ser limpa, isenta de poeira ou qualquer outra impureza. Uma perfeita iluminação é necessária e o uso de lâmpadas fluorescentes é recomendável. A Arprex fabrica vários modelos de pistolas de pulverização; indicadas para trabalhos desde os mais simples até profissionais. Para melhor ilustrar as orientações que vamos dar na montagem do equipamento, selecionamos o modelo 5, tipo aerógrafo, ideal para pintura de pequenos desenhos, brinquedos, cerâmicas, artesanato, calçados, molduras e retoques para pintura automotiva.
fig_brico01

Materiais :

Sugerimos um equipamento básico para a execução dos trabalhos, que proporciona um bom desempenho. Portanto, disponha de filtro regulador; tinta automotiva; coador de tinta (pode ser com trama de meia de seda); mangueiras de ar bitola 5/16; além da pistola de pulverização e de um compressor de ar.
fig_brico02

Passo a passo :

1. Primeiramente encaixe a mangueira no filtro, no conector da saída de ar para a pistola, depois de conectar a mangueira do compressor, conforme mostra o detalhe B.
fig_brico03fig_brico04
2. Depois, regule o filtro conforme a capacidade da pistola. No caso desta pistola, a regulagem é feita com 35 libras. Veja que o filtro está preso à parede.
fig_brico05fig_brico06
3. O dreno tem a função de retirar o excesso de água e umidade acumulada no filtro. É importante observar o nível de água e óleo do compressor, drenando se necessário (B) para evitar que atinjam o refil (C).
fig_brico07fig_brico08fig_brico09
4. Feitas às verificações anteriores, encaixe a mangueira na pistola, seguindo o passo ao lado. Certifique-se de que todos os terminais estejam bem encaixados, para evitar o desperdício de ar. Na seqüência, regule a quantidade de tinta que a pistola deverá receber.
fig_brico10fig_brico11
5. A saída do jato de tinta também deve ser determinada. Isto depende do efeito que se quer dar à pintura e da distância entre a pistola e a superfície a ser pintada.
fig_brico12
6. Este é o reservatório de tinta. O fato de ser feito de plástico e possuir tampa com rosca, é uma das vantagens que ele tem em relação ao de alumínio. O material é antiaderente, evitando o acúmulo de resíduos de tinta e não amassa.
fig_brico13
7. O uso do filtro é importante neste passo. Ele retém impurezas encontradas na tinta, que podem causar o entupimento da pistola e diminuir sua vida útil.
fig_brico14
Finalizando, não existe um critério para pintura em superfície, utilizando a pistola de pulverização. Isso varia de acordo com necessidade e objeto que será pintado. Mas devemos prestar atenção para forma com é realizado o trabalho. Principalmente no movimento da mão.
A aplicação deve ser feita a uma distância aproximada de 15 a 25cm da superfície, utilizando movimentos suaves, para evitar desperdício de tinta, não aplicar muito tempo em um único local para não ter escorrimento e ter um acabamento uniforme.
fig_brico15fig_brico16

 

 

voltar_dicas2